Olá!

Saber escrever bem, de uma forma que o seu leitor entenda é uma tarefa que requer prática, como tudo na vida. E para escrever para a internet temos que considerar mais uma variável que é o Google. Portanto, quando falamos de escrever bem para um blog,  temos duas particularidades que devem ser levadas em conta:

1. a quantidade de informação e conteúdo (nem sempre de qualidade) a que somos submetidos diariamente nas redes que participamos; e

2. a importância de sermos ‘amigos’ do Google, para que ele indexe bem o nosso conteúdo e o apresente àquelas pessoas que estão buscando sobre aquele assunto que estamos falando.

É claro que é importante termos conhecimento das muitas ferramentas, fórmulas e técnicas de vendas, mas se não  soubermos escrever bem, que é o CORE do blog, para comunicar de maneira efetiva, provavelmente deixaremos de explorar uma grande ferramenta de negócio e, provavelmente, teremos prejuízo. O ideal é que consigamos usar as ferramentas certas junto com o conteúdo e formatação adequados. A mensagem certa e bem apresentada informa melhor, faz com que o seu cliente compreenda o seu negócio e, consequentemente (e o ‘the best’!), converte e vende mais.

Uma coisa é fato: a comunicação de um negócio está diretamente relacionada com o seu público. Portanto, é essencial saber quem e como é o seu potencial cliente para poder ser ainda mais assertivo, com uma comunicação ainda mais direta. Ah, e as dicas que vou te dar agora são baseadas em minhas experiências profissionais e em vários materiais de estudo. É importante também ressaltar que esses estudos incluem desde clássicos como McLuhan até materiais e pesquisas publicadas por empresas como Google, Facebook, Hubspot, Kissmetrics e outras.

Fiz algumas pesquisas e deixei aqui um “apanhadão” das coisas que acho mais importantes.  Vamos lá!

 

  • DICA 1: Pense sempre no seu usuário!

    Essa é a 1ª e a regra de ouro para você escrever para a internet.
    O Google vai muito além das palavras chave para entregar o seu conteúdo para um leitor. E mesmo que você esteja fazendo um conteúdo que o foco não seja o Google
    (isso existe??), vale a pena prestar atenção nas ‘regrinhas’ do buscador para entregar um conteúdo relevante para o seu cliente. Portanto, imagine como um problema que você ou seu negócio pode resolver vai ser buscado no Google. Qual é a pergunta a ser feita? Qual a melhor maneira de respondê-la? Entregue exatamente aquilo que é procurado.

 

  • DICA 2: Seja honesto!

    Você pode usar técnicas para a comunicação, mas sempre seja você mesmo. Em épocas de redes sociais, se você mentir ou for hipócrita, logo logo isso acaba transparecendo na sua comunicação e/ou nas ações da sua empresa. E, acredite em mim, vai ficar muito feio se isso acontecer. Se você fez um material e nele prometeu X, entregue X. Se disse que vai fazer Y, faça ou então informe quando vai fazer o Y.

     

    DICA 3: Tenha empatia!

    Coloque-se no lugar de quem lê o seu texto. Por exemplo, se o seu texto for longo e você vai inserir uma introdução para exemplificar alguma coisa, ou se tem uma parte que não é assim tão importante e o leitor poderá pular, diga isso para ele. Talvez ele esteja interessado apenas naquela parte principal do seu conteúdo e passar um pouquinho para frente é melhor do que não entregar a informação, certo?

  • DICA 4: Tenha FOCO na mensagem e seja claro e objetivo!

    Em qualquer material que você for fazer, evite o blá blá blá. Estamos numa época que a internet bombardeia todo mundo com conteúdo a todo segundo. Portanto, seja o mais breve possível para passar uma informação. Faça listas, infográficos, formate o texto de modo a facilitar a leitura. Vale tudo para ser mais objetivo e facilitar a vida de quem lê!

 

  • DICA 5: Use palavras simples e frases curtas no post que você está escrevendo!

    Essa dica é complemento da dica anterior, né? É muito mais difícil ler uma frase com 9 linhas num parágrafo mega extenso do que simplificar em frases mais curtas, mais claras e mais efetivas. Não se esqueça da pontuação! Usar vírgulas, “aspas”, exclamações, interrogações facilitam o entendimento do seu conteúdo. Não é a toa que é tão difícil ler Saramago.  

 

  • Dica 6: Cuidado com a repetição da sua palavra-chave!

    Não precisa repetir a sua palavra chave em todo o texto, pois o Google já entende sinônimos, certo? Então use à vontade palavras semanticamente relacionadas. E outra observação importante, se houver essa repetição, o Google pode até te penalizar e classificar o seu texto como spam (nãããããoooo!!!) e aí todo o seu esforço vai pro beleléu!


“Minha sugestão é que sejam desenvolvidos textos que sejam naturais; aqueles que uma pessoa lê e não sente uma pressão demasiada. Esse é o melhor jeito de escrever. 
Sabe aquele sentimento de “estão apelando?” EVITE!
Matt Stuff – engenheiro da Google

 

  • Dica 7: Para quem usa WordPress, use o Yoast para o SEO!

    O Yoast é um plugin mágico indispensável para mim e, sem sombra de dúvidas, para todos que usam o WordPress. Ele te ajuda a otimizar o conteúdo para o Google de forma bem simples e direta. Podemos definir intuitivamente o título, url, descrição da página, categoria, tag alt e nome das imagens, além de definirmos também a descrição e imagem do post que serão compartilhadas nas redes sociais.

    Também na parte de conteúdo, o Yoast faz uma análise do seu post e te avisa se seu conteúdo está adequado para uma leitura mais fluída, te informando o tamanho das frases, a quantidade de palavras chave, se está faltando ou passando algo. Isso tudo de forma muito didática e simples: um indicador que parece um semáforo fica vermelho, amarelo ou verde, de acordo com a situação do seu post.  Particularmente, enquanto eu não vejo o sinalzinho dele verde não descanso.  Você também pode controlar o que você quer que o Google indexe.

    Dá uma olhada na imagem desse post no Yoast aqui embaixo para entender um pouco melhor:

 

  • Dica 8: Use imagens e/ou vídeos nos seus posts!

    É importante o seu conteúdo ter imagens para ilustrar e facilitar a compreensão do que você está dizendo. Além disso, foi comprovado que o post que tem pelo menos 1 imagem, o desempenho é melhor. Mas tome cuidado com o tamanho das imagens, pois imagens muito grandes demoram a carregar e isso pode prejudicar o seu SEO. É bom deixar a imagem com o menor tamanho possível e, no caso dos vídeos, embedar direto do site onde está hospedado.

    Use a área de “Incorporar” para copiar o código e embedar o vídeo do Youtube.

     

  • Dica 9: Faça linkagens internas e externas!

    Essa técnica também ajuda o seu SEO, pois informa o seu usuário de que existe outro conteúdo que pode adicionar mais informações àquele assunto que você está escrevendo. Além de aumentar o tempo de permanência e a quantidade de páginas visitadas do seu site (nas linkagens internas). E no caso de linkagens externas, indique sites que você confia e conhece. Importante também conseguir backlinks, para que seu site seja indicado por outras pessoas. Uma campanha de RP, contatos com blogueiros e sites da sua área com uma pesquisa para definir essa estratégia já é um bom começo. Esse relacionamento que você vai criando com outros sites ajuda a rankear bem o seu. 

  • Dica 9 EXTRA! Sempre vejo linkagens que abrem na mesma janela/aba e o seu usuário sai do seu site, Pelamor, Amados! Não vamos mandar nosso usuário embora da nossa casa, né? Coloque o link para abrir em outra aba, por favorzinho! 😉

 

  • Dica 10: Atenção à formatação!

    Não deixe o seu conteúdo espremido na sua página ou sem espaço para ele ‘respirar’. Ter parágrafos visualmente pequenos e o conteúdo dividido de forma organizada, como em listas, vai fazer com que fique mais fácil para o seu usuário consumir as informações que estão ali. Eu sugiro não justificar o conteúdo para a internet, a leitura fica mais fácil e mais fluída. Prefira usar fontes sem serifa para texto corrido, lembre-se que se o seu usuário tiver alguma dificuldade na leitura do seu post, ele não vai pensar meia vez antes de sair da sua página!

“Os humanos são esteticamente orientados. Somos psicologicamente programados a confiar em pessoas bonitas, e a mesma coisa pode ser dita sobre os sites.”
Dr. Brent Coker – Melbourne University

 

———

Dica Bônus de Ouro! Porque todo mundo gosta de bônus!  =)

Participei de um webinar outro dia com o Neil Patel (Quem é Neil Patel?) e ele falou de 10 melhores palavras chaves para um post que tem alto alcance com a audiência dele, que é gigaaante. Apesar de serem  meio óbvias, achei interessante quando eu vi essas palavras organizadas em lista pois me ajudou com muitos insights e vou compartilhar agora com vocês:

1. Como fazer alguma coisa… (How to)
2. Lista com números, como esse post aqui.
3. Grátis
4. Você
5. Dicas
6. Post no blog
7. Por quê
8. Melhor
9. Truques
10. Maior

———

Mais algumas DICAS EXTRAS para promover o seu conteúdo:

  • Use botões de compartilhamento na sua página. Não deixe que o seu usuário queira mostrar o seu conteúdo para os amigos e não ter isso facilitado por você!
  • Vá alem do Facebook na hora de compartilhar. Se seu conteúdo for um pouco mais técnico, vale a pena pensar no Linkedin, por exemplo.
  • Pense na sua Persona, que é o seu cliente ideal, como ela pensa, o que ela consome, como ela vai buscar um conteúdo na Internet, quais são seus valores, etc. Sugiro usar esse link aqui para criar a sua.
  • Tenha uma versão mobile do seu site/blog. No Brasil, temos mais smartphones que pessoas, portanto, não otimizar a leitura do seu conteúdo para o celular é tiro no pé! Muitas estratégias de site e blogs hoje em dia já pensam Mobile First (Celular/Tablets Primeiro) e até Mobile Only (apenas versões celulares e tablets) dependendo do público alvo e do planejamento e estratégia do marketing.
  • Tenha uma página com foco no seu conteúdo, com design clean, usando as cores do seu logo e sua identidade visual.
  • Faça uma pesquisa de palavras chave para melhorar o título do seu post. Uma pesquisa no Google Keywords já vai facilitar e muito a sua vida.
  • Pense que o seu site deve ser acessado de qualquer lugar do mundo, dependendo do seu público, claro. Tô falando isso por experiência própria! Como hoje eu moro na Tailândia, tenho dificuldade de acessar alguns sites por aqui.


Ufa, é isso! Essas foram algumas dicas que considero importante para uma comunicação mais efetiva na internet. Você tem algum outro ponto que acha importante dizer? Conta para mim aqui nos comentários! Obrigada e até a próxima! 😉

Facebook Comments

Você tem uma opinião?